Um raio X do caos.

É assim que vejo a situação de Campos  do Jordão hoje;  após praticamente 2 anos de governo a cidade continua patinando nas deficiências e necessidades e a situação ficando cada vez pior, não preciso nem lembrar os leitores deste blog que prefeito e governador são do mesmo partido e nem assim a coisa tem desenvolvido (de maneira positiva é claro!)

A impressão que fica é de que se perderam em algum ponto da gestão e não estão conseguindo achar o fio da meada para continuar.

Dias atrás eu estava acompanhando um post em uma rede social e me surpreendi com a divulgação de um prontuário de um paciente (que veio a óbito) no meio do post;  foi uma coisa tão sem nexo, sem noção, sem sentido  que fiquei pensando; -Onde foi parar o tão falado profissionalismo destas pessoas?

Pensem na falta de respeito com os familiares do falecido paciente,  como devem ter se sentido com a dimensão que tomou a publicação!

Se não me engano no mesmo post havia uma afirmação de que os postos de saúde das “zonas rurais” estavam funcionando.

Nem preciso mencionar a precipitação de reintegração de posse (que até então, ainda não tinha) no Morro do Elefante;  quanto desgaste físico e mental poderia ter sido evitado por parte dos funcionários públicos assim como da família Ribeiro?

A cada passo dado pela atual gestão no sentido de melhorias,  ao menos 3 posteriormente foram de retrocessos.

A saúde do Município entrou em queda livre, não bastassem as péssimas condições de funcionamento e precárias condições de atendimento do Pronto Socorro que continuam exatamente como Dantes no quartel de Abrantes, ainda temos que começar a nos preparar psicologicamente para entrar em um período ainda pior que segue com o “aparentemente” inevitável fechamento do Hospital São Paulo, como mostra o post do vereador Ricardo Castelfranchi em sua pagina,  assim como do vereador Luciano Honório, os dois únicos que tem se posicionado diante das crises do município, aliás é como se não houvessem outros.

Sem o hospital São Paulo como ficam os atendimentos em caso de necessidade de internação dos jordanenes, vão para Tremembé e Taubaté,  até lá, ainda teremos ambulâncias disponíveis  para levar estes pacientes, as ambulâncias também são alugadas?

O caminhão do Corpo de Bombeiros que necessitava de um tanque,  não passou de um adorno na garagem, finalmente foi despachado, possivelmente vai ser adorno em outro município.

Prédio publico pegando fogo em plena luz do dia, as ondas de assaltos e violência na cidade se tornaram um fato alarmante, educação e cultura permanecem como sempre foram estagnadas.

A temporada de julho dispensa comentários, foi um fracasso e em meio a uma crise  a administração surge com a brilhante idéia do PDV, realmente é o retrato  do caos, o piloto desta nave só pode ser sumido.

Recentemente recebi um mail da secretaria de turismo convidando para explanação de como seriam os enfeites de natal, fiquei animada e só não fui por ter outro compromisso inadiável, no dia seguinte me surpreendi com o post do vereador explicando como havia sido a reunião, e segundo o vereador o secretario  da pasta sequer estava presente (aliás,  novo secretario).

Secretaria de Meio Ambiente e Secretaria de Agricultura só lembram que existem na hora de nomear os secretários e adjuntos

E os jogos da Primavera, serão realizados no Natal, ou nem isso?

Eles deveriam ao menos abdicar dos salários em prol de alguma causa nobre, tendo em vista que na hora da crise a maquina só funciona mediante a pressão popular como foi a ultima greve dos funcionários do Hospital São Paulo que tomou proporções tão alarmantes dentro e fora das redes sociais,  que motivou a promotoria vir a publico explicar a inexplicável situação do hospital.

É triste pensar que em menos de 30 anos tivemos 3 grandes hospitais da cidade fechados e estamos caminhando para o 4º hospital a ser fechado, e nem preciso salientar que este prefeito é o mesmo que prometeu em seu programa de governo Reabrir a Santa Casa.

E para encerrar o mês de outubro com muito pesar por todos os ocorridos na cidade, tivemos ontem o incêndio do Clube Abernéssia,  que transformou em cinzas as saudosas lembranças de grande parte da cidade.

É na crise que vemos o potencial que o administrador publico tem em resolver a situação, ou não.

Será que não é hora de rever conceitos e traçar novas metas, as perspectivas de futuro neste ritmo que estão seguindo,  não são nada boas, parecem a seleção brasileira na ultima  Copa do Mundo.

Anúncios

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s